Crocodilo albino 'Michael Jackson' devora pescador no norte da Austrália

Esposa do australiano declarou às autoridades que escutou um grito e quando se virou seu marido não estava mais lá

Por O Dia

Austrália - Um crocodilo albino devorou nesta segunda-feira um australiano de 57 anos que foi pescar em um rio no norte da Austrália, publicou nesta terça-feira a imprensa local. Segundo a versão policial, a vítima entrou no rio Adelaide para soltar a linha de sua vara, que tinha ficado presa, quando o predador, de 4,78 metros, o atacou, relatou o jornal local Australian. Foi montada uma operação de busca no rio na mesma noite, e uma hora depois, por volta das 21h30 (local), mataram um crocodilo. No interior do animal foram encontrados restos humanos. Segundo um guia turístico local, o animal era sempre visto na região e apelidado de Michael Jackson pela cor clara. 

Predador%2C de 4%2C78 metros%2C era apelidado de Michael Jackson Reprodução Internet

A esposa do pescador, que estava no local, declarou às autoridades que não presenciou o ataque, mas escutou um grito e quando se virou viu a cauda de um crocodilo submergir na água e que seu marido não estava mais lá.

A imprudência que causou a morte do crocodilo provocou manifestações contrárias de biólogos e pesquisadores. Adam Britton da Universidade de Charles Drawin afirma que o pescador estava ciente do risco que corria ao entrar na água. "Com certeza ele sabia que haviam crocodilos na água, só que decidiu correr um pequeno risco, por um momento. Só que um pequeno momento foi o suficiente", disse o pesquisador.

"Eles (autoridades) agiram apropriadamente ao atirar no animal, mas é uma vergonha terem de tê-lo feito", completou Britton à Fairfax Media.

O Território do Norte, onde ocorreu o acidente, tem a maior comunidade de crocodilos de toda a Austrália. O último acidente mortal com o animal aconteceu em junho, também no Território do Norte, quando um crocodilo comeu um pescador de 62 anos.


*Com informações da EFE

Últimas de _legado_Mundo e Ciência