Por leonardo.rocha

Estados Unidos - A comediante norte-americana Joan Rivers, de 81 anos, morreu na tarde desta quinta-feira decorrente de complicações após uma cirurgia nas cordas vocais, em Nova York, nos Estados Unidos.

De acordo com a agência de notícias Reuters, a apresentadora do programa "Fashion Police" havia deixado a unidade de terapia intensiva e sido transferida para um quarto do hospital Manhattan Mount Sinai, onde se encontrava internada desde quinta-feira passada.

A apresentadora%2C atriz e roteirista Joan RiversDivulgação


Joan estava em coma induzido, e de acordo com a revista "Us Weekly", os médicos decidiram dar início ao procedimento de retirada do coma no último domingo. A apresentadora parou de respirar durante um procedimento cirúrgico em suas cordas vocais na clínica do Upper East Side na própria quinta-feira e foi levada às pressas para o hospital.

Melissa Rivers, filha da comediante, divulgou um comunicado à imprensa logo após o falecimento da mãe. "É com grande tristeza que anuncio a morte de minha mãe, Joan Rivers. A maior alegria da minha mãe na vida era fazer as pessoas rirem. Apesar de ser difícil rir agora, eu sei que o seu desejo final seria que voltássemos a rir em breve", escreveu Melissa.

História

Joan Rivers, cujo nome verdadeiro é Joan Alexandra Molinsky, é a mais ácida de uma geração de comediantes e apresentadoras de TV americanas. Nos últimos anos de sua carreira, Rivers ficou muito conhecida por suas inúmeras cirurgias plásticas. Em seu programa "Fashion Police", a implacável comediante sempre tem a última palavra sobre quem está bem ou mal vestido nos tapetes vermelhos.

Nascida no Brooklyn, sudeste de Nova York, filha de um bem sucedido médico, se criou em Larchmont, subúrbio da cidade. Começou a se apresentar em shows de stand-up sob o nome de Joan Rivers e, depois de vários anos trabalhando de dia como secretária e atuando à noite, conseguiu caminho em sua profissão em 1965 no programa "Tonight Show".

Você pode gostar