Por leonardo.rocha

Ucrânia - O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, disse nesta quinta-feira que está otimista com o fechamento de um acordo de cessar-fogo no Leste do país, em reunião prevista para esta sexta-feira em Minsk, capital da Bielorússia. O encontro reunirá negociadores da Ucrânia, da Rússia e do Orgão de Segurança Europeu.

Soldado na fronteira entre a Rússia e a Ucrânia%2C em Novoazovsk%2C onde houve combate entre militares e forças separatistas pró-russasReuters


"Estou prudentemente otimista", afirmou Poroshenko, em conversa com jornalistas durante encontro da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), no País de Gales, do qual participaram os 28 chefes de Estado que fazem parte da organização.

O chefe do Governo da Ucrânia lembrou que o presidente russo, Vladimir Putin, havia proposto um plano de resolução do conflito e que os rebeldes separatistas também manifestaram interesse em um cessar-fogo imediato.

Apesar do otimismo, o líder ucraniano foi cauteloso ao ressaltar que um acordo é um "enorme desafio". Ele reiterou as exigências impostas pela Ucrânia, que incluem o controle da fronteira russo-ucraniana pelo Orgão de Segurança Europeu, a retirada de todas as tropas russas e a libertação dos soldados detidos pelas forças rebeldes ou pela Rússia.

Você pode gostar