FBI desenvolve sistema de reconhecimento facial

Dispositivo, que ficou em desenvolvimento por três anos, vai ajudar ao órgão em investigações na busca por criminosos

Por O Dia

Estados Unidos - O FBI possui um novo sistema de identificação facial que pretende esquentar ainda mais as discussões sobre privacidade nos Estados Unidos (EUA). O dispositivo, que ficou em desenvolvimento por três anos, vai ajudar ao órgão em investigações na busca por criminosos.

Sistema passa a contar com 58 milhões de fotos de rosto%2C e boa parte dessas fotos foram tiradas fora de fins criminaisReprodução Internet


O Interstate Photo System (IPS) é capaz de cruzar imagens com o banco de dados da polícia norte-americana. Cerca de 18 mil órgãos policiais têm acesso ao banco de dados do FBI, que mistura biometria (sistema de reconhecimento por impressoões digitais), informações como nome, endereço, status de imigração, idade, sexo etc. A novidade é que o sistema passa a contar com 58 milhões de fotos de rosto, e boa parte dessas fotos foram tiradas fora de fins criminais.

Quando uma pessoa se candidata a uma vaga de emprego, por exemplo, precisa informar impressão digital e outros dados que se juntam a esses milhões no banco do FBI. Agora os investigadores também ficarão com as imagens capturadas em ocasiões como essa.

A primeira fase do novo sistema de reconhecimento facial, foi iniciada em Fevereiro de 2011, e de lá para cá o FBI diz ter melhorado os recursos de identificação para mais de 18 mil agências policiais.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência