Por victor.duarte

Peru - Pelo menos oito pessoas morreram, quatro delas menores de idade, e outras seis ficaram feridas depois que um terremoto de magnitude de 5,1 na escala Richter sacudiu a província de Paruro, na região de Cuzco, no sul do Peru, informaram fontes oficiais, neste domingo.

O tremor, registrado na noite de sábado, que alcançou uma magnitude de 5,1 graus e teve seu epicentro a 7km da cidade de Paruro, destruiu 90% dos imóveis na população rural de Misca, reportou neste domingo o chefe do Instituto Nacional de Defesa Civil (Indeci), Alfredo Murgueytio. "Temos informações sobre oito mortes, dos quais, quatro são menores de idade, e seis pessoas feridas, das quais duas foram levadas à cidade de Cuzco e quatro permanecem em Paruro", disse Murgueytio, que viajou até a cidade afetada.

O chefe do Indeci acrescentou que, além das casas destruídas, em Misca uma estrada também foi afetada, por isso que o governo regional coordena ações para abrir a passagem. O responsável do Indeci de Cuzco, Carlos Castro, acrescentou à Agência oficial "Andina" que a pouca profundidade do movimento sísmico, de apenas 8km, ocasionou os graves danos apesar de não ter uma grande magnitude.

No local já chegaram a polícia, os bombeiros voluntários e representantes do Ministério da Saúde, que realizam os trabalhos de resgate e de ajuda aos afetados. Após a confirmação da informação, a primeira-ministra do Peru, Ana Jara, afirmou que o governo está "monitorando" as informações sobre o terremoto e anunciou que as autoridades viajarão à zona afetada. "O governo segue monitorando o que ocorre em Paruro e viajará para o local em breve", disse em mensagem em sua conta na rede social Twitter.

Você pode gostar