Refém britânico é libertado na Líbia após pagamento de resgate, diz Reino Unido

Libertação de David Bolam, que estava sequestrado desde maio, foi confirmada pelo Ministério das Relações Exteriores

Por O Dia

O britânico David Bolam%3A salvo por resgateReprodução Internet

Reino Unido - Um homem britânico que foi mantido refém de militantes islâmicos na Líbia ao longo de cinco meses foi libertado, informou o Ministério das Relações Exteriores britânico neste domingo.

 David Bolam foi libertado dias depois do assassinato de um outro refém britânico, o humanitário Alan Henning, por militantes do Estado Islâmico que lutam no Iraque e na Síria, o mais recente de uma série de assassinatos filmados e colocados na internet.

"Nós estamos felizes que David Bolam esteja seguro e bem. Ele já encontrou sua família", disse um porta-voz do ministério. "Temos apoiado sua família desde que ele foi preso."

O ministério não quis comentar mais sobre os detalhes do caso de Bolam, mas a imprensa britânica informou que ele foi tomado como refém em maio e, em agosto, apareceu em um vídeo postado online pelo qual implorou para ter sua vida poupada.

A libertação de Bolam foi garantida mediante o pagamento de um resgate, facilitado por facções políticas locais na cidade oriental da Líbia de Benghazi, onde ele trabalhou como professor.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência