Por clarissa.sardenberg

Japão - As autoridades recomendaram nesta segunda-feira evacuar aproximadamente 1,3 milhão de pessoas em várias regiões perto de Tóquio devido ao risco de inundações e deslizamentos de terra por causa do poderoso tufão Phanfone.

Às 10h50 (horário local, 22h50 de domingo em Brasília) o Phanfone estava no extremo oriental da península de Izu, no limite entre as cidades de Shizuoka e Kanagawa, a menos de cem quilômetros de Tóquio, para aonde se dirigia, trazendo ventos de até 150 km/h, segundo a Agência Meteorológica do Japão.

Em sua passagem pelo sul do país, o Phanfone deixou desde este domingo um morto e três desaparecidos, além de oito feridos e quase 10 mil lares sem luz, segundo a emissora pública 'NHK'.

Pessoas se amontoam na estação do trem bala de TóquioEFE

O tufão, classificado como 'forte' pelo organismo, obrigou a cancelar todas as operações que se realizam na usina nuclear de Fukushima Daiichi, atingida pelo terremoto e tsunami do dia 11 de março de 2011.

No centro do país, foram cancelados cerca de 620 voos nacionais e internacionais, a maioria com origem ou destino nos aeroportos de Haneda e Narita de Tóquio.

Ao mesmo tempo, um trecho da linha Tokaido do trem de alta velocidade, que liga Tóquio e Osaka, permanece suspensa devido às fortes chuvas, segundo a 'NHK'.

Em Tóquio, muitos trens locais estão funcionando com menos frequência e alguns serviços expressos foram cancelados, enquanto colégios de 16 distritos decidiram não abrir hoje suas portas.

Você pode gostar