Ebola mata médico da ONU tratado em hospital da Alemanha

Funcionário das Nações Unidas prestava serviço na Libéria

Por O Dia

Alemanha - Um médico da ONU contaminado pelo ebola enquanto trabalhava na Libéria morreu numa clínica em Leipzig, na Alemanha, onde estava sendo tratado, informou a instituição nesta terça-feira.

"O paciente doente com a febre do ebola morreu durante a noite na Clínica St. Georg, em Leipzig. Apesar do intenso tratamento médico e o máximo esforço da equipe médica, o funcionário da ONU, de 56 anos, sucumbiu à grave doença infecciosa", disse.

O médico, não identificado, foi levado para a Alemanha na semana passada e era o terceiro paciente com o vírus a ser tratado no país.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência