Por clarissa.sardenberg

Turquia - O presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, disse nesta quinta-feira ter sido informado de que foi alcançado um acordo com 200 combatentes peshmerga curdos para atravessarem a Turquia e ajudarem na defesa da cidade síria de Kobani, do outro lado da fronteira, que está sitiada pelo Estado Islâmico.

Erdogan deu a declaração em entrevista à imprensa na capital da Letônia, Riga, depois que parlamentares curdos iraquianos aprovaram na quarta-feria um plano de envio dos combatentes, na primeira ação militar da região semiautônoma iraquiana na guerra na Síria.

Confronto entre a milícia curda e o Estado Islâmico já deixou milhares de mortosReuters


Você pode gostar