Por victor.duarte

Itália - A Guarda Costeira da Itália informou que foi encontrado, nesta segunda-feira, nos destroços do navio de cruzeiro Costa Concordia, o corpo da última vítima do desastre ocorrido em janeiro de 2012. O corpo do indiano Russel Rebello, que trabalhava como garçom no navio, era o último desaparecido entre as 32 vítimas fatais do naufrágio.

LEIA MAIS: Costa Concordia chega ao porto de Gênova, na Itália

O navio Costa Concordia afundou parcialmente depois de bater contra rochas na costa da ilha de GiglioEfe

O corpo foi encontrado por funcionários de uma empresa que está desmontando partes da embarcação, que virou sucata e foi rebocado para o porto de Gênova. Os restos mortais do indiano foram encontrados em uma cabine do oitavo andar do navio, embaixo de uma mobília que caiu quando o Costa Concordia bateu em uma rocha, próximo à Ilha de Giglio, na Toscana.

Quando naufragou, o Costa Concordia estava com 4.229 pessoas a bordo, de 70 nacionalidades. Somente em meados de 2014, mais de dois anos depois do incidente, a embarcação foi removida do local. O capitão Francesco Schettino ainda está sendo julgado por homicídio. Ele é acusado de ter causado o naufrágio e abandonado o navio antes de todos os passageiros serem retirados.

Você pode gostar