Por bferreira

Rio - A busca pela saúde através de uma alimentação saudável, baseada em ervas, e técnicas de meditação. Estas são as bases do Ayurveda, prática médica criada na Índia há sete mil anos, que vem ganhando seguidores e tem se tornado uma opção de complemento à medicina tradicional no Brasil.

O médico Danilo Maciel Carneiro, especialista em alopatia e medicina preventiva, aponta os conceitos-chave do Ayurveda. “É uma filosofia que compreende o ser humano como um complexo energético que precisa ter suas funções vitais harmonizadas para a obtenção de saúde”, comenta.

Para alcançar a harmonização, o médico explica que a prática combina técnicas de relaxamento físico e mental, como ioga e meditação, com uma alimentação natural, focada em ervas naturais. “São mais de 100 espécies de plantas, muitas delas utilizadas como tempero em nossa culinária. Essas ervas nutrem e desintoxicam o organismo”, diz Carneiro.

Segundo ele, a diferença entre o Ayurveda e a medicina convencional está em seu objetivo. Enquanto os ensinamentos indianos buscam a prevenção de doenças, as práticas ocidentais perseguem o tratamento dos males. “O organismo tem capacidades curativas. Equilibrado, nosso sistema imunológico pode evitar o aparecimento de uma série de distúrbios”, afirma o médico.

O Ministério da Saúde criou, no ano de 2006, a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no Sistema Único de Saúde (SUS). “O projeto traz para o SUS técnicas não convencionais, como fitoterapia e acupuntura. O Ayurveda também complementa tratamentos de base ocidental”, aponta Carneiro.

Neste fim de semana, o médico ministra o curso Fitoterapia Ayurvédica nos Sistemas Orgânicos, no Colégio Brasileiro de Altos Estudos (Av. Rui Barbosa, 762 - Flamengo). As aulas são sábado e domingo, das 9h às 17h. Inscrições: [email protected]

DA NATUREZA

A nutricionista Ana Paula Cruz, do Complexo Hospitalar de Niterói, dá dicas de ervas que ajudam no funcionamento do corpo. Ela também recomenda que os alimentos sejam cultivados em casa para serem consumidos ainda frescos.

GENGIBRE
Melhora as funções do sistema imunológico e previne náuseas. Também possui efeito analgésico.

MANJERICÃO
Combate os radicais livres e é capaz de prevenir o envelhecimento precoce.

ALECRIM
Estimula a circulação sanguínea e também tem efeito diurético.

CEBOLINHA
Auxilia no controle da pressão arterial.

LOURO
Auxilia no processo digestivo e no controle dos níveis de glicose do sangue.

Você pode gostar