Cuidados com aparência ajudam mulheres em tratamento contra o câncer

Livro 'Enfrentando o câncer - cuidados com a imagem pessoal' retrata os impactos psicológicos e as alterações no corpo que surgem ao longo da radio e da quimioterapia

Por O Dia

Nathália cuidou do corpo e também da mente%3A charme e alto astral Reprodução Facebook

Rio -  Cuidar da aparência pode ajudar a transformar a luta contra o câncer em um período menos doloroso. O livro ‘Enfrentando o câncer - cuidados com a imagem pessoal’, escrito por Claudia García Peña, da editora Senac, discute a importância de afastar pensamentos pessimistas e dá dicas de nutrição, odontologia, maquiagem e até tutoriais de como escolher a peruca ideal e a melhor forma de amarrar lenços na cabeça.

A obra retrata os impactos psicológicos e as alterações no corpo que surgem ao longo da radio e da quimioterapia. A dificuldade em aceitar o diagnóstico, a vergonha de ter câncer, a reação da família e do companheiro e as rápidas transformações físicas são mencionadas em depoimentos de pacientes e especialistas ao longo de todo o livro.

Para suavizar essas mudanças, dezenas de conselhos valiosos: como cuidar das unhas, do cabelo, da pele e da saúde bucal. As peças de roupas mais propícias e os tecidos mais confortáveis também são detalhados no texto.

De acordo com Cláudia García Peña, autora e consultora em imagem, as pacientes sofrem muitas perdas e por isso precisam de amparo. “Elas perdem os cabelos, cílios, sobrancelhas e, em alguns casos, os seios. Percebem a pele mais seca e têm medo de se relacionar,” afirma.

Trabalhar o visual e o amor-próprio das pacientes — consultoria chamada de ‘oncoimagem’ — traz resultados imediatos, segundo a autora, pois elas mudam de atitude radicalmente e perdem o medo de que os outros as olhem.

Laura Campos Batitucci,coordenadora do Departamento de Psico-Oncologia do Grupo COI, também percebe a influência da autoestima durante o turbilhão de exames, remédios e consultas. “No início, muitas deixam o câncer comandar suas vidas. Elas interrompem a rotina e deixam de ser pessoas para serem exclusivamente pacientes”.

A psicóloga afirma que a partir do momento em que isso é trabalhado na terapia, elas passam a sair de casa e resgatam a independência. “Quando você se preocupa em usar uma maquiagem, um lenço, em realçar seus pontos fortes, a confiança cresce e a vontade de conviver com outras pessoas aumenta,” diz.

Nathália Canals, 20 anos, enfrentou diversas sessões de quimioterapia desde que descobriu, aos 17, o Linfoma de Hodgkin, câncer no sistema linfático. A jovem perdeu o cabelo mas optou por continuar suas atividades e deixar o baixo-astral de lado. “Passei a me maquiar, ganhei perucas e lenços e cuidei da mente também. Afastava pensamentos ruins me distraindo. Lia livros e caminhava,” conta. Ela voltou a estudar e planeja casar.

Veja como usar lençosArte O Dia

Para ficar ainda mais bonita

Maquiagem
Lave as mãos antes de se maquiar e mantenha os pincéis limpos. Durante o tratamento, é comum que o rosto fique ressecado, por isso opte por corretivos com textura hidratante. Prefira o blush em pó, pois é de fácil aplicação. Para as sobrancelhas, use lápis da cor da sua peruca ou cabelo. Delineadores são boas opções, mas não use na parte de dentro do olho, pois há risco de infecção.

Saúde bucal
A quimioterapia diminui a produção de saliva. Isso incomoda e aumenta as chances de a paciente ter cáries e gengivites. Por isso, é preciso cuidado redobrado com a saúde da boca. Use antissépticos bucais sem álcool e pastas de dente com flúor. Chicletes sem açúcar aumentam a produção de saliva.

Unhas

Tire o esmalte, passe óleo de amêndoas nas mãos. Opte por removedores sem acetona e use base protetora para unhas quebradiças. Unhas curtas são mais difíceis de quebrar. Evite cortá-las, só use lixas.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência