Médico cubano é diagnosticado com Ebola em Serra Leoa

O médico, identificado na terça-feira como Félix Báez, é um dos 165 médicos e enfermeiros de Cuba enviados à Serra Leoa para combater o vírus

Por O Dia

Havana - Um médico cubano que tratava pacientes com Ebola em Serra Leoa foi diagnosticado com a doença e está sendo enviado à Genebra para receber tratamento, informaram autoridades, confirmando o primeiro caso conhecido de um cubano infectado pelo vírus potencialmente letal.

O médico, identificado na terça-feira pelo site oficial do regime cubano Cubadebate como Félix Báez, é um dos 165 médicos e enfermeiros de Cuba enviados à Serra Leoa para combater o Ebola. Os profissionais de saúde cubanos estão no país africano desde outubro.

Eles fazem parte de uma equipe de 256 profissionais de saúde enviados à África Ocidental para tratar pacientes do pior surto de Ebola já registrado, que deixou mais de 5.000 mortos até o momento.

Báez apresentou febre no domingo e foi diagnosticado com o vírus na segunda-feira, após ser levado para a capital de Serra Leoa, Freetown, de acordo com o Cubadebate, que citou um comunicado do Ministério da Saúde.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência