Cineasta passa sufoco e desiste de ser engolido vivo por anaconda

Naturalista e cineasta Paul Rosolie usou uma roupa especial que permitiria que ele sobrevivesse caso fosse devorado

Por O Dia

EUA - O naturalista e cineasta Paul Rosolie, que anunciou que seria engolido vivo por uma cobra anaconda no especial "Eaten Alive", do canal Discovery Channel, desistiu no momento em que o animal mordeu sua cabeça e imobilizou seus braços. Paul usou uma roupa especial que permitiria que ele sobrevivesse caso fosse devorado.

LEIA MAIS: Homem é coberto com sangue para ser engolido vivo por cobra em programa

De acordo com informações do site Deadline, o especial exibido nos Estados Unidos neste domingo foi assistido por 4,1 milhões de pessoas e causou frustração nos telespectadores. Em certo momento, o cineasta pediu ajuda à produção pois não estava sentindo os braços.

O programa, que deve ser exibido no Brasil em fevereiro do ano que vem, foi alvo de críticas e chegou a ganhar um abaixo-assinado por abuso contra animais.


Últimas de _legado_Mundo e Ciência