Polícia de Hong Kong desmonta acampamentos de manifestantes

Muitos ativistas preferiram deixar pacificamente o local próximo de edifícios do governo e do centro financeiro

Por O Dia

Hong Kong - Hong Kong liberou a maior parte do local dos protestos pró-democracia, nesta quinta-feira, e deteve alguns manifestantes, marcando o fim dos mais de dois meses de manifestações de rua que bloquearam vias importantes da cidade controlada pela China.

Muitos ativistas preferiram deixar pacificamente o local no Almirantado, próximo de edifícios do governo e do centro financeiro, apesar de suas exigências de voto livre não terem sido atendidas.

Polícia de Hong Kong retira manifestantes pró-democracia e desmonta acampamentoEfe

Mas o clima geral era de desafio, e os manifestantes entoavam: “Nós voltaremos”. Grupos de até quatro policiais prenderam os últimos manifestantes um por um horas depois de trabalhadores usarem tesouras para remover as barricadas e desmontar andaimes de bambu.

Os protestos majoritariamente pacíficos representaram um dos maiores desafios à autoridade chinesa desde as manifestações pró-democracia de 1989 e da repressão sangrenta dentro e nos arredores da Praça da Paz Celestial, em Pequim.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência