Duas pessoas são presas após chuva de dinheiro em Hong Kong no Natal

Polícia informou que um homem e uma mulher foram detidos por não devolverem o dinheiro que tinham recolhido na rua

Por O Dia

Hong Kong - Duas pessoas foram detidas por roubo, acusadas de terem se aproveitado da "chuva" de dinheiro que aconteceu em Hong Kong na noite de 24 de dezembro, quando as portas de um carro-forte com quase US$ 15 milhões (cerca de R$ 5 milhões) se abriram e foi rapidamente recolhido por motoristas e pedestres.

A polícia informou nesta sexta-feira que as duas pessoas, um homem e uma mulher, foram detidas nesta quinta por não devolverem o dinheiro que tinham recolhido. Os agentes acharam na casa do homem US$ 200 mil embaixo do colchão de uma das camas da casa.

Porta traseira de um furgão abriu acidentalmente e cerca de 15 milhões de dólares voaram pelas ruas de Hong Kong Reprodução BBC

Os dois detidos eram passageiros de um táxi que passava pela avenida Gloucester Road no momento em que o furgão começou a jorrar dinheiro na estrada, e foram identificados pelas imagens feitas por câmaras de segurança do local.

Um furgão da companhia de segurança britânica G4S, especializada em transporte de dinheiro, perdeu 15 milhões de dólares de Hong Kong no dia 24, quando a porta traseira do veículo se abriu acidentalmente e o dinheiro saiu literalmente voando.

Nesse momento vários transeuntes e motoristas foram até a rua, uma via movimentada de quatro pistas no centro da cidade, para recolher o dinheiro, que estava distribuído em notas 500 dólares de Hong Kong (US$ 65 dólares). Até primeiras horas desta sexta-feira só um terço dos quase dois milhões de dólares tinham sido devolvidos, informou a polícia.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência