Por paulo.lima
Publicado 29/12/2014 12:20 | Atualizado 29/12/2014 12:25

Indonésia - Os objetos encontrados no mar por um avião de busca australiano não são do Airbus 320-200 da AirAsia, que desapareceu no último domingo, quando saiu da cidade de Surabaya, na Ilha de Java, e seguia para Cingapura, segundo informações das autoridades da Indonésia. O anúncio foi feito pelo vice-presidente do país asiático, Jusuf Kalla, em uma coletiva de imprensa no aeroporto de Surabaya.

Avião da AirAsia com 162 pessoas a bordo some entre a Indonésia e Cingapura

"Foi verificado e não há provas suficientes para confirmar estas informações", disse Kalla. De acordo com informações da mídia local, estes objetos foram avistados pelo avião de patrulhamento Orion P a cerca de 1.127 km da última posição de onde a aeronave da AirAsia enviou sinal para a torre de comando. Ao todo, 15 barcos e 30 aviões participam das operações de busca.

As buscas se concentram em uma mancha de óleo encontrada no Mar de JavaEfe


Segundo o porta voz da Força Aérea da Indonésia, Hadi Tjahjant, a busca se concentra em uma mancha de óleo detectada em frente à Ilha de Belitung, no mar de Java. "Estamos verificando. Trata-se de avtur (um combustível para aviões) do avião da AirAsia", informou o porta-voz. Indonésia, Cingapura, Malásia, Austrália e Coreia do Sul participam das operações com 12 barcos, cinco aviões e três helicópteros.

Além desses países, Estados Unidos, Índia, China e Reino Unido também manifestaram interesse em ajudar nas buscas pelo Airbus desaparecido. Dezenas de pescadores da região também cooperam nos trabalhos. Jusuf Kalla contou ao jornal de Cingapura 'The Straits Time' que há "grandes possibilidades" de que a aeronave tenha sofrido um acidente. Kalla também não acredita que o Airbus será encontrado com facilidade.

Você pode gostar