Um dos terroristas de Paris disse que foi enviado e financiado pela Al Qaeda

Chérif Kouachi fez a declaração à emissora de televisão 'BFMTV' antes de morrer em uma operação da polícia

Por O Dia

França - Um dos terroristas que cometeram o atentado contra o semanário "Charlie Hebdo", Chérif Kouachi disse nesta sexta-feira à emissora de televisão "BFMTV", antes de morrer em uma operação da polícia, ter sido enviado e financiado pela rede terrorista Al Qaeda na Península Arábica, braço do grupo no Iêmen.

Os irmãos Said Kouachi, 34 anos, e Chérif Kouachi, 32 anos, foram abatidos por homens das forças especiais da polícia francesa. O refém que estava em poder deles foi libertado em segurança e um policial foi ferido na ação. Os irmãos Kouachi são os principais suspeitos de matar 12 pessoas no ataque à revista satírica 'Charlie Hebdo' nesta quarta-feira.

Mortos pela polícia irmãos acusados de atacar revista e assassinar 12 pessoas

Três terroristas foram mortos após sequestros simultâneos na França

Chérif Kouachi (esquerda) disse que foi enviado e financiado pela rede terrorista Al QaedaReuters


Últimas de _legado_Mundo e Ciência