Jornal alemão que publicou desenhos da Charlie Hebdo é atacado com bomba

'Hamburger Morgenpost' esteve entre os diários alemães que, após o atentado de Paris, publicaram caricaturas de Maomé

Por O Dia

Alemanha - O jornal alemão "Hamburger Morgenpost" foi alvo nesta madrugada de um ataque incendiário contra seus arquivos, segundo fontes policiais, alguns dias após ter publicado desenhos da "Charlie Hebdo" em solidariedade à revista satírica francesa. O caso ocorreu na cidade de Hamburgo, na Alemanha.

Jornal alemão "Hamburger Morgenpost"%2C que publicou desenhos da "Charlie Hebdo"%2C é atacadoBodo Marks / EFE

O ataque aconteceu com uma bomba incendiária caseira, que foi jogada do pátio interno do edifício e que destruiu algumas atas de seus arquivos, informou uma porta-voz policial. Pouco depois dois suspeitos que estavam nas imediações foram detidos, contra os quais a Promotoria abriu diligências.

O "Hamburger Morgenpost" esteve entre os diários alemães que no dia seguinte ao atentado contra a revista satírica francesa publicaram algumas das caricaturas de Maomé que tinham ocupado as capas da "Charlie Hebdo". Os bombeiros receberam o alerta do incêndio por volta das 1h20 no horário local (23h20 em Brasília), quando a redação estava vazia, e o fogo foi rapidamente extinto. Espera-se que ao meio-dia deste domingo a Polícia de Hamburgo dê mais detalhes da investigação.

Jornal alemão "Hamburger Morgenpost"%2C que publicou caricaturas de Maomé da "Charlie Hebdo"%2C é atacadoBodo Marks / EFE


Últimas de _legado_Mundo e Ciência