Por felipe.martins, felipe.martins
Brasília - ?A partir da semana que vem, todos os estados brasileiros começarão a receber o medicamento 3 em 1 para o tratamento da Aids, informou ontem o Ministério da Saúde. O novo remédio, composto por Tenofovir, Lamivudina e Efavirenz, deve atender cerca de 100 mil pacientes com o vírus HIV. Amazonas e Rio Grande do Sul, que têm maiores taxas de detecção da doença, recebem o 3 em 1 desde o mês de novembro.
De acordo com o ministro Arthur Chioro, a dose tripla vai melhorar a adesão dos portadores ao tratamento. “Além de ser de fácil ingestão, o medicamento tem como vantagem a boa tolerância pelo paciente, pois significa a redução do número de comprimidos”, afirmou ele. O ministério investiu R$ 36 milhões na compra dos 7,3 milhões de comprimidos. O estoque vai suprir a demanda pelo remédio pelos próximos 12 meses.
Publicidade