Por tamara.coimbra
EUA - As contas do Twitter do jornal americano "New York Post" e da agência "United Press Internacional" (UPI) foram hackeadas nesta sexta-feira, e os perfis foram usados pelos invasores para divulgar várias notícias falsas, entre elas uma afirmação do Papa Francisco de que a Terceira Guerra Mundial teria começado.
Conta do perfil do 'New York Post' invadidaReprodução Twitter

O "New York Post" usou a conta da editoria de negócios na mesma rede social (@NYPostBiz) para informar da invasão. Contudo, o perfil também foi hackeado e passou a publicar parte das supostas notícias divulgadas primeiro na conta principal (@nypost). Um dos editores-chefes do jornal também confirmou através do Twitter a ação dos hackers.

As falsas notícias divulgadas, na maior parte dos casos apagada rapidamente, informavam sobre um ataque de mísseis da China à uma embarcação da Marinha americana, além de decisões tomadas pelo Federal Reserve dos Estados Unidos (Fed).

Um dos tweets divulgados pela agência "UPI", que ainda não tinha apagado as postagens meia hora depois da publicação, atribuía ao Papa Francisco a seguinte frase: "A Terceira Guerra Mundial começou".

No twitter da agência 'UPI' havia a foto do Papa com a frase%3A 'A Terceira Guerra Mundial começou'Reprodução Twitter

O incidente, embora com menor repercussão, lembra um caso ocorrido em abril de 2013, quando o perfil oficial da agência americana "Associated Press" foi invadido. Na época, os hackers publicaram a falsa notícia de que duas bombas tinham explodido na Casa Branca e que o presidente Barack Obama tinha ficado ferido na ação.