Por paloma.savedra

Sana - Combatentes do movimento rebelde xiita dos houthis tomaram nesta segunda-feira o controle do palácio presidencial do Iêmen, no sul da capital Sana, e estão bombardeando a residência do presidente Abdo Rabbo Mansour Hadi, que fica na zona oeste da capital.

Um grupo de houthis que acompanhava a comissão criada por Mansur Hadi para verificar o cessar-fogo assinado ontem entre o presidente e os rebeldes começou uma discussão com os seguranças presidenciais que se transformou em um confronto, informaram à Agência Efe fontes oficiais e testemunhas.

Insurgentes do movimento radical Houti em um caminhão%3B xiitas tomaram o palácio presidencial nesta segunda-feiraReuters

Após estes enfrentamentos, centenas de combatentes xiitas invadiram o palácio e se dispersaram pelo edifício, expulsando os seguranças e outros funcionários.

Como a reportagem da Agência Efe constatou, os rebeldes fiéis ao líder do movimento, Abdelmalek al Houthi, fecharam todas as janelas do palácio e instalaram postos de controle em todas as ruas de acesso.

Espera-se que nas próximas horas ele se dirija aos iemenitas em discurso que será transmitido pela Al Masira, a rede de televisão oficial do movimento, conforme informou a própria emissora.

Combatentes xiitas do Houthis perto de uma torre de guarda do Iêmen%2C que foi danificada com os ataquesReuters

Por outro lado, a ministra de Informação do Iêmen, Nadia al Sakaf, confirmou que os rebeldes já assumiram o controle do edifício presidencial "em uma tentativa de forçar a queda do regime", segundo escreveu em sua conta oficial de Twitter.

A ministra acrescentou que os rebeldes estão atacando a casa de Mansur Hadi do alto de edifícios próximos à residência.

Você pode gostar