Por tamara.coimbra

Indonésia - O repórter da Globo Márcio Gomes e seu cinegrafista foram deportados pelo governo da Indonésia. A dupla esteve no país para acompanhar a execução do brasileiro Marco Archer, que foi fuzilado no último sábado após ter sido condenado por tráfico de drogas.

Márcio Gomes%2C correspondente da Rede Globo no Japão%2C foi detido na IndonésiaReprodução TV Globo

Enquanto faziam filmagens no porto de Cilacap, Márcio e o cinegrafista, que estavam no país com visto de turista, foram detidos e tiveram seus passaportes retidos. De acordo com a assessoria da Globo, nesta segunda-feira, os profissionais foram liberados e transportados pela polícia para a capital Jacarta e de lá aguardaram em um hotel pelo voo para Tóquio, onde Márcio Gomes atua como correspondente.

Além da equipe da Globo, a jornal Folha de S. Paulo informou que seus repórteres também foram ameaçados de deportação, mas conseguiram deixar o país sem maiores complicações. o Itamaraty não comentou o assunto.

Você pode gostar