Grupo extremista Boko Haram liberta 192 reféns na Nigéria

Apesar do ato, militantes abriram fogo novamente e mataram dezenas de pessoas em Maiduguri

Por O Dia

Nigéria - O grupo terrorista Boko Haram libertou cerca de 192 reféns, sobretudo mulheres e crianças, na noite deste sábado, informaram diversos sites do país. Porém, entre os libertados, não estão nenhuma das 218 meninas estudantes raptadas no ano passado.

"Essas pessoas serão apresentadas para o governo amanhã [domingo] para assistência, já que suas casas foram incendiadas quando os insurgentes atacaram a vila deles, Katarko", afirmou Goni Mali, líder comunitário de Katarko.

Algumas das mulheres que foram libertadas afirmaram que os militantes as deixaram ir após elas resistirem a seguir as regras do grupo. "Eles disseram: 'Já que vocês se recusam a aceitar nossos ensinamentos religiosos, vão e sigam seus infiéis, nós te ordenamos a ir embora", afirmou uma dessas mulheres.

Porém, apesar do ato, os jihadistas abriram fogo novamente e mataram dezenas de pessoas em Maiduguri. O Exército nigeriano está respondendo o atentado com ataques aéreos, informaram fontes militares.

As autoridades locais declararam "toque de recolher" por toda a região neste domingo.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência