Por victor.duarte
Publicado 27/01/2015 21:51 | Atualizado 27/01/2015 22:51

Vaticano - O papa Francisco recebeu, em reunião inédita com um chefe da Igreja Católica, o transexual espanhol Diego Neria Lejarraga, de 48 anos, e sua namorada, em uma audiência privada. O encontro ocorreu na residência de Santa Marta e as fontes oficiais do Vaticano não quiseram se pronunciar.

De acordo com informações do jornal Hoy, o encontro no último sábado ocorreu porque Diego enviou uma carta ao papa contando que estava sendo excluído de uma paróquia, na cidade de Estremadura, na Espanha, após ter feito a cirurgia de mudança de sexo, ou readequação de gênero, como prefere a comunidade transexual. Ele ainda disse que o pároco o chamou de "filha do diabo".

Papa Francisco convida transexual para encontro privado no VaticanoReuters

O papa recebeu a carta e ligou duas vezes para Diego. A primeira ligação foi no dia 8 de dezembro e a segunda, dias antes do Natal, quando o convidou para uma conversa no Vaticano. Francisco já demonstrou diversas vezes que pretende dar maior abertura na Igreja para os transexuais e homossexuais. Em julho de 2013, o papa deu uma declaração que chamou a atenção do mundo. "Se uma pessoa é gay e busca a Deus, quem sou eu para julgá-la?", disse Francisco.

Diego Neria Lejarraga nasceu mulher, mas não se sentia como uma. Ele realizou a cirurgia de mudança de sexo só aos 40 anos, apesar do apoio dos pais e da irmã.

Você pode gostar