Por paulo.lima

Síria - Um vídeo divulgado pelo grupo extremista Estado Islâmico, nesta terça-feira, mostra militantes do grupo queimando vivo o piloto jordaniano Moaz al-Kasasbeh, capturado pelos extremistas no dia 24 de dezembro, após seu jato F-16 cair em território sírio.

Vídeo mostra piloto sendo queimado vivo por militantes do grupoReprodução Internet


O governo da Jordânia propôs a troca do piloto por uma militante iraquiana presa no país e condenada a morte, que foi negado pelo EI.

Segundo informações do Grupo de Inteligência SITE, que monitora as ações dos extremistas, a publicação que possui pouco mais de 22 minutos mostra o piloto jordaniano em meio a membros do grupo. No final do vídeo, Moaz vai para dentro de uma jaula e é queimado vivo pelos militantes.

Você pode gostar