Por felipe.martins

Iraque -  Pelo menos 36 pessoas morreram neste sábado em dois ataques em Bagdá, a poucas horas do levantamento do toque de recolher noturno em vigor na capital há 12 anos. O primeiro atentado aconteceu em um restaurante do bairro Bagdad al Jadida, por volta das 11h locais (6h de Brasília). Um homem-bomba detonou o cinturão de explosivos que carregava, matando 30 pessoas e ferindo 66.

A segunda explosão, também provocada por um terrorista suicida, deixou seis mortos e 28 feridos, no centro comercial da capital iraquiana. Com esses ataques, ao menos 62 pessoas foram mortas na cidade nos últimos 10 dias. Segundo a missão das Nações Unidas no Iraque, 1.375 iraquianos morreram e 2.240 ficaram feridos no país em atos terroristas e de violência em janeiro.

]Apesar da frequência dos ataques em Bagdá, o primeiro-ministro iraquiano, Haider al Abadi, ordenou a suspensão do toque de recolher noturno para tentar restaurar, na medida do possível, um clima de normalidade.

Você pode gostar