Por clarissa.sardenberg

Estados Unidos - O governo dos Estados Unidos está criando uma nova agência para monitorar ameaças de cibersegurança, reunindo e analisando informações sobre uma gama de riscos, anunciou um funcionário de alto escalão do governo do presidente dos EUA, Barack Obama, nesta terça-feira.

O Centro de Integração de Inteligência para Ameaças Cibernéticas (CTIIC, na sigla em inglês) será um “centro de inteligência que irá ‘ligar os pontos’ entre várias ameaças cibernéticas à nação, de forma que os departamentos e as agências relevantes estejam cientes destas ameaças no que houver de mais próximo do tempo real”, disse a autoridade, sob condição de anonimato.

Obama colocou a cibersegurança no topo de sua agenda para 2015 na esteira dos ataques virtuais às empresas Sony Pictures, Home Depot, Anthem e Target e ao próprio governo federal.

Carros inteligentes podem ser invadidos por hackers, diz relatório

Um relatório divulgado por um senador nos Estados Unidos concluiu que praticamente todos os veículos que podem se conectar à Internet estão propensos aos ataques de hackers. O documento feito pelo político Ed ward Markey conta com dados de 16 empresas de automóveis norte-americanas. Segundo ele, hackers podem roubar dados pessoais dos usuários e até mesmo assumir o controle do veículo. As informações são do NY Times.

O senador alertou que a maioria dos sistemas implantados nos automóveis com nova tecnologia não detecta brechas ou responde rapidamente a elas. "Motoristas passaram a confiar nessas tecnologias, mas infelizmente a indústria automotiva não fez sua parte para nos proteger de ciberataques e invasões de privacidade", declarou o democrata Markey.

Com informações da Reuters

Você pode gostar