Explosão de bomba em marcha na Ucrânia deixa mortos e feridos

Segundo comunicado do Ministério do Interior da Ucrânia, na explosão 15 pessoas ficaram feridas, incluindo cinco policiais

Por O Dia

Ucrânia - Pelo menos duas pessoas morreram neste domingo na cidade de Kharkiv, no leste da
Ucrânia, após uma explosão ocorrida durante a marcha para comemorar o primeiro aniversário da revolução que derrubou, há exatamente um ano, o ex-presidente ucraniano Viktor Yanukovich, segundo dados atualizados do Ministério do Interior ucraniano.

"Uma bomba foi ativada no meio da multidão junto à estação de metrô Marechal Zhukov. Na explosão ficaram feridas 15 pessoas, incluindo cinco policiais. Duas pessoas morreram na hora, entre elas um policial", afirma um comunicado do Interior. Por sua vez, as autoridades municipais informaram de dez feridos hospitalizados, entre eles dois adolescentes de 15 anos, um dos quais entrou em coma após sofrer um traumatismo cranioencefálico muito grave.

Milhares de ucranianos na marcha para comemorar o 1º aniversário da revolução que derrubou o ex-presidente Viktor YanukovichEfe

O atentado coincidiu com o início em Kiev da chamada Marcha da Dignidade para comemorar o triunfo da revolução e a chegada ao poder das novas autoridades pró-Ocidente. Há um ano, em 22 de fevereiro de 2014, o parlamento da Ucrânia destituiu Yanukovich, que na madrugada anterior tinha fugido de Kiev depois que os setores mais radicais da oposição não aceitaram o acordo de compromisso que tinha assinado um dia antes, e que contemplava, entre outras coisas, eleições antecipadas.

Kharkiv, cidade com quase 1,5 milhão de habitantes, se transformou em meados de abril do ano passado em palco de manifestações pró-Rússia ao mesmo tempo em que as capitais das regiões vizinhas de Donetsk e Lugansk. Embora os rebeles pró-Rússia tenham conseguido então tomar alguns edifícios públicos na cidade, a contundência das forças da ordem ucranianas e a reticência da população a somar-se à rebelião evitaram que Kharkiv tivesse o mesmo destino que os territórios vizinhos, desgarrados desde então por uma sangrenta guerra.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência