Estado Islâmico atira jovem gay de prédio na Síria

Pessoas reunidas no local ainda apedrejaram o corpo do homem após a execução

Por O Dia

Síria - O grupo terrorista Estado Islâmico atirou um jovem gay de um prédio em Raqqa, na Síria, em mais uma de suas ações para controlar o país. As imagens foram divulgadas no Twitter, na conta de um grupo chamado Raqqa nesta terça-feira. Segundo o grupo que faz campanha contra a ação dos terroristas na Síria, o jovem foi executado por ser homossexual. Havia uma multidão no local assistindo ao ato, inclusive muitas crianças, de acordo com o Daily Mail.

Estado Islâmico executou jovem por ser homossexualReprodução Twitter

Vendado, o jovem foi atirado do último andar de um prédio após ser julgado pela corte do Estado Islâmico. Ele foi acusado de cometer "atos de sodomia". Pessoas reunidas no local ainda apedrejaram o corpo do homem após sua queda. Também foi divulgada a imagem de um homem tendo a mão decepada pelos terroristas. 

Segundo os terroristas, o jovem poderia ser punido assim como muitos foram em "Sodoma e Gomorra" — passagem da Bíblia e do Alcorão. Essa não é a primeira vez que o grupo executa alguém desta forma. No Iraque, em janeiro, dois rapazes também foram atirados do alto de um prédio por serem homossexuais.

Homem teve a mão decepada por terroristas do Estado Islâmico na Síria Reprodução Twitter


Últimas de _legado_Mundo e Ciência