Por victor.duarte

República de Vanuatu - O ciclone Pam, que atingiu o arquipélago de Vanuatu, no Pacífico Sul, provocou a morte de 24 pessoas, confirmou nesta segunda-feira a Coordenação de Assuntos Humanitários das Nações Unidas (Ocha).

O Pam atingiu o pico na sexta-feira à noite, registrando ventos de até 300 km/h. Na capital, Port Vila, o ciclone tropical chegou a atingir rajadas de 340 km/h. De acordo com um relatório da ONU, foram 11 mortes em Tafea, oito em Efate e cinco em Tanna, na sequência do ciclone, o maior registado até hoje no arquipélago.

Ciclone que atingiu Vanuatu matou pelo menos 24 pessoas%2C diz ONUEfe

Composto por mais de 80 ilhas que se estendem entre as Fiji e a Nova Caledónia, Vanuatu é um dos países mais pobres do mundo. O presidente, Baldwin Lonsdale, pediu ajuda diante da catástrofe natural.

“A necessidade de ajuda humanitária é imediata, precisamos dela agora”, disse, quando se preparava para voltar a seu país após participar na 3ª Conferência Mundial da ONU sobre a Redução de Riscos de Desastres, no Japão. Segundo ele, Vanuatu vai precisar de apoio financeiro e assistência para “construir tudo” de novo.

Você pode gostar