Homem abre fogo dentro de tribunal em Milão e mata pelo menos quatro

O atirador chegou a fugir, mas foi preso pelas autoridades. Rapaz estava sendo julgado por falência, e matou um juiz e seu advogado

Por O Dia

Itália - Um homem abriu fogo dentro de um tribunal no centro de Milão nesta quinta-feira, matando pelo menos quatro pessoas, incluindo o juiz, disseram os serviços de emergência e uma autoridades da corte. O ministro do Interior italiano, Angelino Alfano, disse em sua conta no Twitter que a polícia havia prendido o autor dos disparos.

"Agora ele está detido em uma unidade da polícia militar Carabinieri", disse Alfano.

Policiais cercam tribunal após o ataqueReuters

De acordo com a polícia, o homem estava em julgamento por falência. A imprensa italiana identificou o atirador como Claudio Giardiello. Ele chegou a fugir e se esconder, mas foi preso pelas autoridades.

Entre os mortos estão um juiz e o advogado do réu, segundo a imprensa italiana. Uma terceira pessoa também foi morta a tiros, e a quarta vítima foi encontrada morta sem sinais de violência — acredita-se que ela pode ter tido um ataque cardíaco. Ao menos duas pessoas ficaram feridas no ataque, disse a polícia.

Jornais locais informaram que o juiz Fernando Ciampi seria testemunhas no caso contra Giardiello.

Testemunhas relataram que Giardiello começou a atirar após seu advogado abandonar o caso. Não ficou claro de imediato como o homem que efetuou os disparos conseguiu entrar com uma arma no tribunal, passando por detectores de metal. De acordo com o jornal "La Republica", os detectores estavam quebrados nesta manhã.

Com informações da Reuters

Últimas de _legado_Mundo e Ciência