Lufthansa começa a indenizar famílias das vítimas de avião que caiu nos Alpes

Pagamentos são uma 'ajuda financeira imediata' e não afetarão as reivindicações que as famílias vierem a fazer à companhia

Por O Dia

Alemanha - A companhia aérea alemã Lufthansa começou a pagar 50 mil euros por cada passageiro aos familiares das vítimas do voo de sua filial Germanwings, que o copiloto supostamente derrubou de propósito na região dos Alpes na França e no qual estavam a bordo 150 pessoas. Um porta-voz da Lufthansa informou nesta terça-feira que até esta segunda, a companhia tinha pagado esta quantia em 80 casos.

Na próxima sexta-feira será realizado na Catedral de Colônia, no oeste da Alemanha, um funeral de estado pelas vítimas do acidente aéreo da Germanwings no qual estarão presentes a chanceler alemã, Angela Merkel, e o presidente da Alemanha, Joachim Gauck. Também estará presente no funeral o presidente da Lufthansa, Carsten Spohr.

Homenagens no aeroporto de Dusseldorf%2C na Alemanha%2C às vítimas da tragédia no Airbus da GermanwingsReuters

O porta-voz da companhia alemã disse também que os parentes receberão a ajuda financeira de 50 mil euros assim que tenham apresentado a documentação e os dados necessários. Estes pagamentos, que são uma ajuda financeira imediata, não afetarão as reivindicações que as famílias realizarem às companhias seguradoras.

A companhia Allianz assegurou o voo 4U 9525 da Germanwings em um avião A320 através de Allianz Global Corporate & Specialty. Um consórcio de seguradoras em torno da Allianz reservou US$ 300 milhões para os custos do acidente.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência