Por victor.duarte

Iêmen - A organização terrorista Al Qaeda na Península Arábica (AQPA) anunciou nesta terça-feira a morte de seu "número dois", o saudita Ibrahim al Rubaish, em um bombardeio lançado no Iêmen por um avião não-tripulado dos Estados Unidos.

Rede terrorista Al Qaeda anuncia morte de seu número dois em bombardeioDivulgação

O grupo radical explicou, em comunicado divulgado nas redes sociais, que Rubaish morreu nesta segunda-feira à noite por causa de "um bombardeio rancoroso dos cruzados", em referência aos EUA, e que o ataque causou também a morte de um número indeterminado de extremistas. A nota da organização terrorista, com base no Iêmen, não detalhou o lugar onde aconteceu o bombardeio.

O comunicado acrescentou que Rubaish, que nasceu na região de Al Qasim, no centro da Arábia Saudita, é um "mujahid (guerreiro santo) que passou quase duas décadas de sua vida defendendo a causa de Deus e lutando contra os EUA e seus agentes", em menção aos regimes árabes leais a Washington.

Você pode gostar