Por victor.duarte

Colômbia - O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, retirou nesta quarta-feira a ordem de suspensão dos bombardeios contra os acampamentos das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), em resposta ao ataque deste grupo armado que deixou 11 militares mortos no sudoeste do país.

Presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, ordena reinício de bombardeios contra as FarcReuters

Em um discurso na cidade de Cali, onde liderou um conselho de segurança, Santos afirmou que o incidente é produto de "um ataque deliberado, não fortuito das Farc, e isso implica em um claro rompimento da promessa de um cessar-fogo unilateral" que essa guerrilha iniciou no último dia 20 de dezembro.

Na madrugada desta quarta-feira, dez soldados e um suboficial morreram em um ataque realizado pelas Farc contra um pelotão do exército que estava descansando em um ginásio esportivo no corregimento de Timba, pertencente ao município de Buenos Aires, no departamento de Cauca.

Você pode gostar