Borboletas tomam redes sociais para lembrar morte de García Márquez

Insetos aparecem em 'Cem anos de solidão.' #++Gabovive++ ficou em primeiro nos trending topics do Twitter da Colômbia

Por O Dia

Colômbia - Milhares de mensagens inundaram nesta sexta-feira as redes sociais colombianas com borboletas amarelas para lembrar a obra do escritor Gabriel García Márquez, em memória do aniversário de um ano de sua morte. Essas borboletas, que lotavam a casa dos avôs de Gabo em Aracataca, a cidade do Caribe colombiano em que o ganhador do Nobel de Literatura nasceu em 1927, voaram hoje pelo Twitter até colocar a hashtag "#++Gabovive++" em primeiro nos trending topics da Colômbia.

Leitores compartilham frases e trechos de obras de Gabriel García Márquez na web em sua memória EFE

"Quando descobrimos Macondo, conhecemos a família Buendía e nos apaixonamos pelas borboletas amarelas!", tuitou o Ministério da Cultura. Enxames de borboletas amarelas aparecem também em "Cem anos de solidão", rodeando Mauricio Babilônia em suas visitas a Renata Remedios.

Paralelamente, os leitores de García Márquez compartilharam nas redes frases do escritor como "não chore porque terminou, sorria porque aconteceu", ou "a vida não é a que a gente viveu e sim a que a gente recorda, e como recorda para contá-la", que estão em seu livro de memórias.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência