Vulcão chileno Calbuco entra em erupção pela terceira vez

Cinzas alcançaram 2,5 quilômetros de altura e seguiram para cidades que não haviam sido afetadas

Por O Dia

Santiago (Chile) - O vulcão Calbuco, no Chile, entrou nesta quinta-feira em erupção pela terceira vez, após as duas primeiras ocorridas na semana passada, informou o Serviço Nacional de Geologia e Mineração do país (Sernageomin). As cinzas expelidas pelo vulcão, que fica na região de Los Lagos, alcançaram 2,5 quilômetros de altura e seguiam em direção a sudeste, onde ficam cidades que não haviam sido afetadas pelas erupções. 
GALERIA: Erupção de vulcão deixa o Chile em estado de alerta

O subsecretário de Interior, Mahmoud Aleuy, confirmou que a última erupção teve uma intensidade sísmica muito inferior às duas anteriores, principalmente se compara com a primeira, quando a coluna de cinza alcançou 17 quilômetros de altura. "É preciso manter a tranquilidade, não nos encontramos em uma situação de perigo", afirmou Aleuy em entrevista coletiva.

Fumaça e cinzas do vulcão Calbuco surgem no céu visto da cidade de Puerto Montt%2C no ChileRafael Arenas / Reuters

O subsecretário informou que serão mantidas todas as medidas de segurança ativadas após a primeira erupção do vulcão, entre elas uma zona de exclusão de 20 quilômetros ao redor do maciço. Também será mantido o estado de exceção constitucional, que dá às Forças Armadas o controle da segurança da região afetada.

Aleuy reconheceu que um dos fatores que preocupam são as chuvas previstas para a região a partir de sábado, que podem piorar a situação da área que está recebendo a maior quantidade de cinzas e material vulcânico. O vulcão Calbuco, situado a 1.000 quilômetros ao sul de Santiago, entrou em erupção na semana passada após 42 anos e se manteve ativo desde então.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência