Polícia busca filhotes de pinguim roubados em possível 'pegadinha' de estudantes

Mais de 100 voluntários se uniram na busca pelos animais

Por O Dia

Noruega - A polícia da Noruega procurava nesta sexta-feira por três filhotes de pinguim roubados de um aquário em uma possível "pegadinha" entre estudantes, que coloca em risco a vida dos pequenos animais que não conseguem sobreviver muito tempo fora do ninho.

"É uma tragédia", disse o chefe do Aquário Aalesund, Erik Standal, à Reuters, após três filhotes de pinguim Humboldt e um ovo sumirem nesta quinta-feira.

Mais de 100 voluntários se uniram na busca pelos animaisReuters

A polícia acusou cinco ou seis jovens nesta sexta-feira por colocar animais em perigo ao invadirem o aquário, com base em evidências das câmeras de segurança, disse a investigadora da polícia Rita Thoresen à Reuters. "Nenhum deles admite ter pego os pinguins", disse.

Mais de 100 voluntários se juntaram para ajudar a polícia na busca pelos animais nas áreas próximas ao aquário, disse Standal. Os filhotes têm cerca de três semanas e pesam cerca de 300 gramas cada. "Eles não vão conseguir sobreviver muito mais tempo... eles deveriam ter ficado no ninho talvez mais duas a três semanas antes de saírem", acrescentou Standal.

Maio é um mês de celebrações para formados no ensino médio na Noruega, que geralmente incluem festas com bebidas e "pegadinhas" e desafios, como ficar sem dormir por 72 horas, beijar um policial, ou até, em uma ocasião, abraçar o presidente do banco central. 

Últimas de _legado_Mundo e Ciência