Mais de 2.000 imigrantes são resgatados no Mediterrâneo

Guarda costeira italiana afirmou que uma dúzia de barcos tinham sido informados e operações de resgate estavam em andamento

Por O Dia

Roma - Mais de 2.000 imigrantes foram resgatados de cinco barcos de madeira no Mediterrâneo neste sábado e havia relatos de que ao menos outras sete embarcações estavam no mar, informaram a guarda costeira italiana e a organização privada de ajuda aos imigrantes Migrant Offshore Aid Station (Moas).

"A Moas coordenou o resgate de mais de 2.000 pessoas juntamente com navios italianos, irlandeses e alemães", disse o grupo por meio do Twitter. Os imigrantes haviam sido colocados em barcos pesqueiros de madeira na costa da Líbia.

A guarda costeira da Itália, que coordena os esforços italianos de resgate, não pôde confirmar o número de imigrantes que tinham sido salvos até o momento, mas disse que cerca de uma dúzia de barcos tinham sido informados e operações de resgate estavam em andamento.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência