Número de mortos em naufrágio na China salta para 396

Desastre foi um dos piores nos últimos anos na China, superando o descarrilamento de trem em 2011, que matou 40 pessoas

Por O Dia

Jianli - O número de mortos no naufrágio de um navio de cruzeiro chinês durante uma tempestade no rio Yangtze saltou para 396 no sábado, deixando menos de 50 pessoas ainda desaparecidas, com o operador do barco pedindo desculpas e dizendo que irá cooperar com as investigações.

China desvira barco para salvar passageiros

Apenas 14 sobreviventes, um deles o capitão, foram encontrados depois que o navio que transportava 456 pessoas virou em meio a um tornado na noite de segunda-feira.

O número de mortos do cruzeiro que naufragou no rio Yangtze subiu para 103 nesta sexta-feira%2C informou a televisão estatal Aly Song / Reuters

As equipes de resgate fazem buscas nas cabines do navio, que foi endireitado e tirado do leito do rio na sexta-feira, à procura de mais corpos.

Jiang Zhao, gerente-geral da empresa que operava o navio Eastern Star, curvou-se em desculpas pela tragédia durante uma entrevista à imprensa estatal, dizendo que iria cooperar "totalmente" com a investigação.

"Desde o momento em que isso aconteceu eu estou afundado em tristeza", disse Jiang à televisão estatal.

Pequim prometeu que não haveria nenhum tipo de abafamento nas investigações.

A polícia deteve o capitão e o engenheiro-chefe para interrogatório como parte da investigação. Uma investigação inicial apurou que o navio não estava sobrecarregado e tinha coletes salva-vidas suficientes a bordo.

O navio Eastern Star, com capacidade para transportar mais de 500 pessoas, estava indo de Nanjing, capital da província de Jiangsu, para Chongqing, no sudoeste da China, e afundou na área de Jianli.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência