Parada do Orgulho Gay é atacada em Kiev

Segundo agência, houve confronto e dois policiais ficaram feridos

Por O Dia

Kiev - Um grupo com dezenas de pessoas não identificadas atacou a parada do Orgulho Gay em Kiev, na Ucrânia, neste sábado, atirando chamas e ferindo dois policiais, segundo uma testemunha da Reuters.

Confronto em parada gay em Kiev%2C na Ucrânia%2C deixou policiais feridosEfe

Na sexta-feira os organizadores da KyievPride2015 disseram que a marcha ao longo do rio Dnipro aconteceria apesar dos alertas do prefeito da cidade Vitaly Klitschko, que aconselhou que o evento fosse cancelado por conta de ameaças de violência por parte de grupos de extrema direita.

Apesar da presença de centenas de policiais com equipamento antimotim, a marcha de cerca de 150 apoiadores da causa LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgênero) carregando banners com o arco-íris e placas foi atacada e entre 25 e 30 "hooligans" foram presos, disse o membro do parlamento Serhiy Leshchenko no Twitter.

Leshchenko disse que a polícia evitou quaisquer confrontos diretos entre os participantes da marcha e os agressores.

Grupo de pessoas não identificadas atacou a parada do Orgulho Gay em Kiev Efe

Autoridades ucranianas têm aumentado o apoio pelos direitos LGBT desde que um novo governo pró-europeu chegou ao poder após os protestos nas ruas de Maidan no ano passado; mas críticos afirmam que atitudes homofóbicas continuam generalizadas.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência