Rapaz que recebeu pênis transplantado engravida parceira

‘Órgão está funcionando’, afirma médico

Por O Dia

África do Sul - O jovem de 21 anos que se tornou o primeiro homem a se submeter a um transplante de pênis no mundo vai ser papai, seis meses após o procedimento. O anúncio foi feito nesta quinta-feira pelo médico urologista Andre van der Merwe, responsável pela operação.

Para Merwe, a gravidez da parceira do paciente confirma o sucesso da cirurgia. “O órgão está funcionando”, declarou o médico, segundo o site sul-africano ‘News 24’, em palestra na Universidade de Stellenbosch, na África do Sul. O projeto do transplante foi desenvolvido na instituição, junto com o Hospital Tygerberg.

O paciente ainda será monitorado e deve passar por nova cirurgia em agosto. O jovem, que não teve a identidade divulgada, perdeu o pênis devido a uma complicação em um ritual de circuncisão. O transplante, de nove horas, foi feito por médicos da África do Sul, em dezembro de 2014, e divulgado em março. “Para um jovem de 18 ou 19 anos, a perda do órgão pode ser profundamente traumática”, declarou Merwe na época.

De acordo com os especialistas, a etapa mais difícil do procedimento foi encontrar um doador (que precisa ter morte encefálica comprovada) compatível. O estudo prevê que outros nove pacientes passem pelo transplante peniano, mas ainda não há data.