Coreia do Norte acusa EUA de tentarem atacá-la com doença bacteriana

Segundo a Coreia do Norte, este fato demonstra claramente que os Estados Unidos tem perigosas armas de destruição em massa

Por O Dia

Pyongyang - A Coreia do Norte acusou os Estados Unidos de tentar atacá-la com antraz e pediu ao Conselho de Segurança da ONU que investigue as "estratégias de guerra biológica" dos EUA.

A denúncia de Pyongyang está incluída na carta enviada ao principal órgão de decisão das Nações Unidas no último dia 4 de junho, e tornada pública na última sexta-feira pela organização. As autoridades norte-coreanas fizeram referência ao envio acidental de amostras de bactéria viva de antraz, erro admitido recentemente pelo Pentágono.

O órgão de inteligência americano explicou que as amostras que chegaram a vários estados e a uma base militar na Coreia do Sul deveriam conter bactérias inativas.

Kim Jong-un acusou os EUA de guerra biológicaEfe

Segundo a Coreia do Norte, este fato "demonstra claramente que os Estados Unidos não só tem perigosas armas de destruição em massa, que são totalmente proibidas sob a Convenção de Armas Biológicas, mas também está tentando usá-las" contra o país.

"A República Popular Democrática de Coreia condena nos termos mais contundentes os Estados Unidos por seus atos genocidas contra a humanidade e solicita ao Conselho de Segurança que trate do assunto", assinalou na carta o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song Nam.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência