Por clarissa.sardenberg

Inglaterra - Um cineasta britânico engajado na luta pelos direitos humanos criou o "Project Everyone", campanha que será lançada em um encontro da ONU e pretende estabelecer novas metas para o desenvolvimento sustentável. Associando suas metas ao cinema, a campanha para erradicar a pobreza e fazer propostas sobre as mudanças climáticas que sejam efetivas até 2030. Essa será a primeira campanha do tipo a chegar à audiência através da sétima arte.

Autor do 'Project Everyone'%2C Richard Curtis Divulgação

A missão é comunicar os alvos para "7 milhões de pessoas em 7 dias" a partir do dia 25 de setembro deste ano.

O ambicioso projeto será apresentado para 193 importantes líderes globais e segundo seu autor, Richard Curtis, a chance de mais pessoas ao redor do mundo se engajarem na campanha será muito maior graças a uma parceria com a SAWA (Associação Global de Propaganda no Cinema, em inglês).

"Os alvos globais podem ser incrivelmente importantes, efetivos e uma lista do "que fazer" para o planeta", declarou Curtis. "Trabalhando juntos para alcançá-los, podemos ser a primeira geração a erradicar a pobreza, a mais determinada a lutar contra a injustiça e a última a viver uma ameça climática", explicou.

"O que pretendemos atingir com a campanha seria, em linguagem de cinema, uma grande abertura, como a de 'Star Wars', 'Os Vingadores' e 'Titanic', contou Curtis, que acredita que os alvos do projeto podem ficar famosos. "Nossa parceria com a SAWA é uma oportunidade incrível de fazer isso", completou o cineasta.



Você pode gostar