Esposa de ministro israelense faz piada racista sobre Obama no Twitter

Em seu pedido de desculpas, ela disse esperar 'continuar casada' quando marido descobrir o que ela fez

Por O Dia

Israel - A esposa do ministro do Interior de Israel, Silvan Shalom, colocou o marido em uma saia justa após publicar um comentário racista sobre Barack Obama no Twitter. Judy Shalom Mozes pediu desculpas pela "piada" neste domingo. "Vocês sabem como é o café Obama? Preto e fraco", escreveu a israelense e apresentadora de rádio que tem mais de 74 mil seguidores no microblog.

O marido de Judy é o ministro responsável pelas relações com os Estados Unidos. Em seu pedido de desculpas, ela disse esperar "continuar casada" quando Shalom descobrir o que ela fez.

Ela deletou o post após internautas a chamarem de racista, mas usuários já haviam feito print da publicação. "Você ficou louca?", comentou um internauta.

Judy e o marido Sylvan Shalon. Ela disse que espera continuar casada após 'incidente'Repreodução Twitter

Revolta nos EUA 

O caso provocou revolta nos Estados Unidos, que ficou em choque nesta semana após um atirador matar nove pessoas em uma igreja da comunidade negra de Charleston, na Carolina do Sul. "Esposa do ministro do Interior israelense @JudyMozes tuíta comentário racistas sobre o presidente enquanto nós choramos a perda de 9 por causa de racismo", comentou um internauta.

"Apresento minhas desculpas, foi uma piada idiota que alguém me contou", publicou ela. "Presidente Obama, eu não deveria ter retransmitido esta piada inapropriada", escreveu se dirigindo diretamente ao presidente dos EUA.

"Amo as pessoas independentemente de raça ou religião. Sinto muito se machuquei alguém. Espero continuar casada quando meu marido desembarcar e souber o que eu fiz", completou a radialista.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência