Courtney Love fica 'refém' em protesto de taxistas e ataca presidente francês

Viúva de Kurt Cobain acabou ficando no meio de carros virados na pista e mandou Hollande 'mover sua bunda' para aeroporto

Por O Dia

França - A roqueira Courtney Love se viu presa, na manhã desta quinta-feira, em meio a um protesto de taxistas furiosos na saída de um aeroporto em Paris, na França. Aterrorizada, a viúva de Kurt Cobain publicou em uma rede social uma foto de seu táxi sendo atacado durante o protesto contra o aplicativo Uber. "Eles cercaram nosso carro e estão fazendo o motrista de refém. Estão portando barras de ferro. Isso é a França? Estou mais segura em Baghdad", publicou a cantora de 50 anos.

A cantora, antes vocalista da banda "Hole", é conhecida por não ter papas na língua e atacou o presidente francês diretamente: "François Hollande onde está a polícia??? É legal que as pessoas ataquem visitantes? Mova sua !@#$# para o aeroporto". "Esses caras estão tentando abrir as portas (dos carros) e a polícia não faz nada? É o talibã francês?", disse Love indignada.

O carro de Love foi atacado logo após sua saída do aeroporto Charlies de Gaulie na manhã desta quinta enquanto taxistas viravam carros na via.

Courtney Love se apavorou ao ficar cercada por manifestantes na França Reuters

A polícia francesa usou gás lacrimogêneo e equipamentos de táxi à medida que taxistas franceses iniciaram protestos contra o serviço online de caronas UberPOP, bloqueando acessos a aeroportos e estações de trem em Paris e outras cidades.

A Aeroports de Paris, operadora dos aeroportos da capital Charles de Gaulle (CDG) e Orly, alertou aos viajantes para usarem os serviços locais de trem por conta do protesto dos taxistas.

A mídia francesa mostrou imagens de pneus queimados bloqueando partes da rodovia circular em volta da região central de Paris, assim como empurrões entre taxistas em protesto e outros motoristas, enquanto a polícia em equipamento de choque usava gás lacrimogêneo para intervir.

O Uber, que conecta motoristas com passageiros por meio de um aplicativo de smartphone, está expandindo seu serviço UberPOP em cidades francesas, provocando a ira de taxistas, que veem como competição injusta, já que os motoristas de carros privados cobram menos que os táxis tradicionais.

Taxistas revoltados viraram carros em protesto em rodovia da FrançaReuters


Últimas de _legado_Mundo e Ciência