EUA aumentam vigilância contra suposto ataque terrorista em julho

Advertência americana tem relação com os atentados ocorridos na Tunísia, na França e no Kuwait nesta sexta-feira

Por O Dia

Estados Unidos - As agências federais de segurança dos Estados Unidos emitiram neste sábado um comunicado conjunto que alerta e pede que a vigilância aumente diante da possibilidade de um ataque terrorista no próximo dia 4 de julho, feriado da Independência. O boletim, dirigido às forças de segurança de todo o país, foi assinado pelo Departamento de Segurança Nacional, pelo FBI e pelo Centro Nacional Antiterrorista.

Em comunicado separado, o secretário de Segurança Nacional, Jeh Johnson, afirmou que "especialmente diante do iminente feriado de 4 de julho aqui nos EUA, o Departamento de Segurança Nacional e o FBI estão se comunicando com as agências estatais e locais sobre o que sabemos e vemos". "Estamos pedindo a todas as forças de segurança que fiquem atentas e preparadas. Ajustaremos nossas medidas, visíveis e invisíveis, como for necessário para proteger o povo americano", acrescentou.

O feriado da Independência, 4 de julho, cai este ano num sábado e sexta também será feriado, por isso a expectativa é que haja muitos deslocamentos e eventos de comemoração em todo o país. A advertência do governo americano tem relação com os atentados que ocorreram nesta sexta-feira na Tunísia, na França e no Kuwait, reivindicado pelos jihadistas do Estado Islâmico (EI) e que deixaram mais de 60 mortos.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência