Polícia do Kuwait prende dono de carro usado em ação terrorista

Ataque suicida a mesquita, que deixou 27 mortos, comove população

Por O Dia

Cidade do Kuwait - A polícia do Kuwait prendeu o dono do veículo usado pelo terrorista suicida que matou 27 pessoas em uma mesquita xiita da capital do país, segundo informações divulgadas neste sábado. No entanto, as forças do Ministério do Interior continuam a procurar o motorista do carro, que fugiu após deixar o seu companheiro perto do templo que foi alvo do ataque. 

Milhares acompanham funeral coletivo das vítimas do atentadoEfe


Segundo o jornal ‘Al Nahr’, que cita uma fonte de segurança, pelo menos 18 pessoas foram detidas até o momento acusadas de vinculação com o ataque terrorista contra a mesquita xiita al-Iman al-Sadeq, que foi reivindicado pelo Estado Islâmico (EI). No total, 27 pessoas morreram e outras 227 ficaram feridas na sexta-feira, quando um homem detonou a carga de explosivos que levava encostada ao corpo na sala de oração onde um grande número de fiéis se reunia para a reza do meio-dia de sexta-feira.

Ontem, o governo decretou luto nacional. Ao longo do dia, milhares acompanharam o funeral coletivo das vítimas do ataque suicida. As forças de segurança entraram em alerta máximo.

O atentado comoveu o pequeno emirado, onde mais de 90% dos quase quatro milhões de habitantes são muçulmanos. Deles, 30% são xiitas, enquanto o resto se declara sunita.

O massacre foi firmemente condenado tanto por líderes nacionais como internacionais.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência