Nova York reforça segurança para o Dia da Independência após alerta

Segundo autoridade, Estado é um 'alvo preferencial dos terroristas'. Vários eventos estão marcados para este sábado

Por O Dia

Estados Unidos - O governador de Nova York, Andrew Cuomo, ordenou medidas adicionais de segurança por todo o Estado nesta sexta-feira, véspera do feriado do Dia da Independência, em reação a um pedido de vigilância do governo federal.

“Estamos totalmente cientes de que o Estado de Nova York continua a ser um alvo preferencial dos terroristas”, disse Cuomo em um comunicado.

O Departamento de Segurança Interna e a Polícia Federal dos Estados Unidos (FBI, na sigla em inglês) emitiram um alerta pedindo às autoridades locais e ao público que permaneçam atentos a possíveis ameaças após as recentes exortações de militantes do Estado Islâmico à violência.

Na cidade de Nova York, a maior força policial municipal do país destacou cerca de 7 mil policiais e quase todos os seus agentes de contraterrorismo para lidarem com a segurança dos eventos do dia 4 de julho.

Governador de NY acionou vigilância máxima no Estado para o Dia da Independência Reuters

Em uma diretiva, Cuomo ampliou as medidas de segurança extras para colocar todo o Estado sob os cuidados da Divisão de Segurança Interna e de Serviços de Emergência de Nova York.

“Em resposta ao alerta do governo federal, o Estado de Nova York está adotando medidas para reforçar o monitoramento e a comunicação com nossos parceiros locais, estaduais e federais de administração de emergências e aplicação da lei durante todo o final de semana prolongado”, declarou Cuomo.

No sábado, o Departamento de Segurança Interna do Estado também irá reforçar o pessoal em seu Centro de Operações de Emergência 24 horas e o Centro de Vigilância do Estado de Nova York, que monitora eventos em todo o território estadual.

Na semana passada, ataques terroristas na Tunísia, no Kuweit e na França levaram o secretário de Segurança Interna dos EUA, Jeh Johnson, a emitir um comunicado pedindo o fortalecimento da vigilância durante as comemorações patrióticas em toda a nação.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência