Cidade italiana aprova multa de até R$ 1,7 mil contra latidos de cachorros

Insólita norma, que proíbe barulho de animais durante o horário dos populares cochilos locais e ao longo da noite, começou a vigorar na cidade de Controne na terça-feira

Por O Dia

Itália - Quem gosta de tirar cochilos vespertinos sem barulhos incômodos pode preparar as malas para a região sudoeste da Itália. É que, de acordo com jornais locais, uma das cidades da área resolveu instituir uma pesada multa para donos de cachorros que latirem durante a "riposto" – nome que se dá à "siesta" no sul do país.

A insólita norma começou a vigorar na cidade de Controne, localizada na província de Campania, na terça-feira. Ela foi aprovada pelo prefeito do pequeno município de 900 habitantes, Nicola Pastore, que estaria cansado da barulheira canina diária durante os cochilos e ao longo da noite.

Além da pesada multa para os latidos registrados entre 14h e 16h (tanto em dias úteis quanto aos fins de semana), que pode chegar a €500 (R$ 1,7 mil), a cidade também proibiu os latidos durante a noite.

A decisão vem apenas uma semana após a cidade de Piacenza, no norte da Itália, ter aprovado a aplicação de multas a donos de cães que não limparem a urina de seus animais das calçadas, além de uma outra norma que os proíbe de circular sozinhos em espaços públicos.

Imagem da cidade de Controne%2C que inicia caçada contra animais de estimação na ItáliaWikipedia


Últimas de _legado_Mundo e Ciência